Nasci em São Paulo em 1986. Sou formada em Cinema pela FAAP e Mestre em Romanística pela Albert-Ludwigs-Universität Freiburg, Alemanha.

 

Como boa paulistana, tenho ascendência mezzo japonesa, mezzo síria.

E como boa sagitariana, tenho um pé em Sampa e outro no mundo.

Em 2005 morei em Melbourne, Austrália, onde fiz um ano do B. A. em Mídia e Comunicação na Deakin University, fui voluntária no Melbourne Intl' Film Festival e participei do longa australiano Rats and Cats.

Fui artista gráfica dos longas-metragens brasileiros Família Vende Tudo,

Eu e Meu Guarda-ChuvaO Roubo da Taça (vencedor do Kikito de Melhor Direção de Arte) e Mar de Dentro.

Na música clássica, fui assistente de coordenação no 42ª edição e produtora na 43ª edição do Festival Música Nova. Trabalhei como assistente do núcleo pedagógico do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão nas suas 40ª e 41ª edições, sob gestão da Santa Marcelina Cultura/EMESP.

Recebi uma bolsa do Goethe-Institut para estudar alemão em Berlim em 2009 e me mudei para a Alemanha em 2010. Fui assistente de produção do 16º Festival do Projektgruppe Neue Musik e assistente de coordenação artística do 22º Musikfest Bremen.

 

Em 2013 me formei Mestre em Romanística pela Albert-Ludwigs-Universität Freiburg com tese sobre os filmes Tropa de Elite e Tropa de Elite 2.

Em 2014, de volta a São Paulo, co-fundei o Coletivo Marimba de audiovisual e design gráfico para música clássica.

Desde 2017 atuo como intérprete junto a diversos professores e grupos durante atividades na EMESP Tom Jobim (Escola de Música do Estado de São Paulo), tais como Ted Nash, Juilliard SchoolAmerican Brass Quintet, Conservatório Real de Birmingham e Conservatório de Amsterdam. Em 2020 também fiz traduções remotas no Fimuca - Festival Música em Casa, e em 2021 para o Festival de Inverno de Campos do Jordão.

Desde 2018 atuo também como tradutora de materiais de divulgação, roteiros, bíblias e apresentações de projetos audiovisuais de produtoras como Copa Studio, Glaz Entretenimento, UOL Entretenimento, e Projeto Paradiso.

Em março de 2020 co-criei e desde então co-apresento o Marimba Podcast, dedicado à divulgação descontraída e divertida da música clássica.

Sou apaixonada por idiomas. Além do português, sou fluente em alemão, inglês e espanhol; falo bem italiano, francês e russo; e me viro no holandês e no japonês. Atualmente estudo árabe.

Em 2021, criei o projeto A Key do Inglês, que, através de um perfil no Instagram, Facebook e de um site, dá dicas, sugestões, recomendações e explicações sobre a língua inglesa. Além de administrar as três plataformas, eu produzo todo o conteúdo, seja ele gráfico, audiovisual ou textual.

Além de co-apresentar o Marimba e coordenar o A Key do Inglêsatualmente trabalho como designer gráfica, redatora e tradutora freela, e dou aulas particulares de ingl​ês e alemão.

marimba-linkedin.png
marimba-fb.jpg
21 02 16_who7.png